23 de mai de 2016

Retocando o cabelo l Ruivo acobreado com anilina

|
Bom, quem me segue sabe que estou na busca alucinante pelo ruivo dos meus sonhos, que no caso está muito difícil de encontrar. Quem é ruiva sabe o quanto ruim é tu querer uma cor, conseguir, e depois ver outro tipo de ruivo e querer também. Por isso nunca paro com uma tinta/marca. Tu pode acompanhar a saga aqui.

Com isso, decidi tentar com a anilina. Vai que né. Já utilizei a anilina em meus fios, quando tinha californiana roxas nele, e já tinha em mente os pros e os contras que poderia acontecer, utilizando ela novamente. Como aqui na minha cidade é bem difícil de encontrar anilina, compre pela internet, no site Anilina Box  e como tem frete, decidi então comprar várias. Comprei 2 vermelha, 2 laranja e uma vinho. Ai de brinde, a dona me enviou duas na cor escarlat, que também é um tom de vermelho. 
Então, no dia 31 de Dezembro, decidi então finalmente tonalizar usando a anilina. A principio, queria um degradê de ruivo, deixando um tom mais pêssego acima, e nas pontas um vermelho mais sangue. Então, apliquei apenas a mistura nas pontas, de modo que ficou um tom mais aberto, mas nada do que eu queria. 

Então, decidi aplicar a mistura em toda a extensão dos fios. Não estava nada feliz com a cor que estava meu cabelo. Estava em um tom de laranja ferrugem que eu nunca quis ter. Até estava tentando quebrar a cor que estava com tonalizante canela da Keraton, mas nada dava jeito. Então sem medo de ser feliz, apliquei nos cabelos a mistura. 


Pra você fazer a mistura, tu vai precisar de nada mais, nada menos que:

- Pincel
- Cumbuca para a mistura dos produtos
- Anilina da sua preferencia
- Máscara branca (não importa a marca, desde que seja branca)
- Luvas (eu não utilizei, mas indico que utilize, pois mancha bastante)
- Álcool ou água quente para dissolver a anilina. 

Ensino passo a passo no vídeo sobre a mistura, então não esquece de dar uma olhada. O tom que ficou a mistura foi este. Mas fica muito ao critério de cada pessoa. Quanto mais claro quiser, menos anilina e mais máscara irá utilizar. Quanto mais escuro, mas anilina e menos máscara, e assim por diante. 

 

Na foto abaixo, dá pra ver claramente a mudança de tom. É gritante. Na primeira foto meu cabelo estava sujo e bem desbotado de uma 7.4 3d da yamá que havia aplicado umas 2 semanas atrás. 

Uma coisa que notei nesta anilina e nesta cor, é que ela abriu em meus cabelos, um tom bem próximo da 77.44 da Beauty color, que é uma tinta que gosto bastante. 

Dicas e esclarecimento de dúvidas que podem te ajudar: 
- Não aplique de forma alguma anilina comestível e seus derivados. Só a de madeira que serve pra isso.
- Não se baseiem na cor que ficou nos meus cabelos. Pois em cada caso, é um caso. Vai depender muito do tom do seu cabelo base e no tom da mistura, do aspecto do seu cabelo e n fatores. Não é porque no meu ficou este tom, que no teu irá ficar. 
- Faça teste de mecha antes. Como não é para cabelo o produto, pode te dar alguma reação alérgica.
- Pra utilizar anilina e para pegar, seu cabelo tem que ser claro ou descolorido. Em cabelo escuro não pega.
- Se tu tiver dificuldades, peça ajuda de alguma pessoa, é sempre bem vindo. 
- Misture uma ampola em creme na mistura. Sempre ajuda. 
- Hidrate muito seus fios depois. Anilina resseca pra caramba. 


No vídeo explico certinho os prós e contras que a anilina tem em meus fios. Mas basicamente, resseca muito. Deixa super embaraçado até a segunda lavagem. Assim como uma tinta. Ainda não sei se continuarei  com o uso da anilina, ou se mudarei de tom da mesma, ou se vou ficar na tinta apenas. Mas independente de qualquer coisa, volto para atualizar vocês. Espero que tenha ajudado vocês em algo o post.

Dúvidas podem deixar nos comentários que respondo com o maior prazer. Beijos
                                       + LINKS: Instagram  l Fã Page l Youtube l Google +


Nenhum comentário:

Postar um comentário